❌ NÃO ESTÁ NA HORA DE REABRIR AS ESCOLAS!! ❌

 

      Pesquisa do Datafolha divulgada no último domingo demonstra o que já sabemos: não está na hora de reabrir as escolas. Para 75% dos entrevistados as escolas devem permanecer fechadas, em Guarulhos 87% da população é contrária à retomada das aulas presenciais. Além disso, os que defendem a reabertura das escolas alegam que a liberação de funcionamento parcial de restaurantes, parques e shoppings autorizaria a reabertura das escolas, visto que, para eles, o distanciamento social acabou, porém escolas não se confundem com restaurantes e shopppings, tampouco com atividades de consumo e lazer. Escola é lugar de convivência, interação, compartilhamento e de longa permanência, por isso há maior risco de contágio de toda a comunidade escolar e de suas famílias.

       Grande parte das escolas privadas que pressionam pela reabertura não tem condição sanitária para isso e são motivadas por interesses comerciais que dizem respeito à retenção e renovação de matrículas e, para isso, ignoram deliberadamente os riscos à vida que a retomada das aulas presenciais representa neste momento.

      Docentes não deixaram de trabalhar um dia sequer desde a interrupção das aulas presenciais. Ao contrário, estamos trabalhando mais. Pesquisa feita pelo Sinpro Guarulhos mostrou que houve intensificação do trabalho desde os primeiros dias da pandemia, muitos professores não tiveram direito às férias coletivas, muitos tiveram ainda redução de salário ou suspensão de contrato e vivem há tempos nesta gangorra emocional provocada pandemia e pela possibilidade de reabertura das escolas.

      Não podemos ignorar as situações que escapam ao protocolo que define aqueles que compõem o grupo de risco. Como sabemos, transmissões virais tem alto índice de propagação, neste caso como ficam as professoras e professores que não são do grupo de risco, mas convivem com pessoas que são?

Parte das escolas privadas, nesse momento, quer ao mesmo tempo a reabertura e a não responsabilização em caso de possíveis contágios, por isso estão enviando questionários e termos de responsabilidade aos professores e às famílias dos estudantes numa tentativa de se eximir de questionamentos caso ocorram adoecimentos e mortes em decorrência do vírus.

      Professoras e professores das redes pública e privada têm lutado contra a elevação dos contágios para impedir a proliferação do coronavírus e para defender a vida, por isso somos contrários à reabertura das escolas enquanto não houver efetivo controle da pandemia. Na live “Papo de Intervalo”, que o Sinpro Guarulhos realiza semanalmente, o médico sanitarista Jorge Kayano afirmou que apesar do estarrecedor número de mortes pela Covid-19 não é tarde para conter o avanço do vírus e proteger a vida, por isso mesmo consideramos que é cedo para reabrir as escolas.

     

O Sinpro Guarulhos segue na luta em defesa da vida.

      NENHUM A MENOS!

 

     ✊🏽 Sindicato é pra Lutar!