::: Comunicado Contribuição Assistencial 2021

 

     Professora, professor, o Sinpro Guarulhos tem empenhado enormes esforços na defesa dos interesses individuais e coletivos dos docentes desde o início da pandemia e muito antes dela.

 

      Não são poucos os casos de professores que recorrem ao sindicato com diferentes denúncias de situações que têm afetado seu cotidiano, por isso, precisamos nos fortalecer para resgatar direitos que estão sendo violados, além de avançar em conquistas que ainda não alcançamos e consideramos essenciais. Para isso é importante que o sindicato também sobreviva e possa continuar honrando o pagamento dos funcionários que atendem e orientam inúmeros professores, assim como do departamento jurídico que igualmente atua para representar os interesses dos docentes.

 

      Alguns donos e donas de escolas atuam no sentido de enfraquecer a organização dos professores e professoras em seu sindicato e, para isso, incentivam a oposição à contribuição assistencial, além de referirem de forma pejorativa todos e todas que lutam por direitos. Aliás, todos os nossos direitos (bolsa de estudos, semestralidade, hora-atividade, trabalho tecnológico, férias coletivas, recesso de trinta dias, entre muitos outros) são conquistas históricas dos docentes organizados no sindicato, que é legítimo representante dos professores. Tais direitos fazem parte de seu dia-a-dia e são fundamentais para regulamentar a relação de trabalho entre os docentes e as escolas.

 

      Quando parte dos donos de escola incentivam a oposição dos professores, em geral eles ocultam essas conquistas porque sabem que, ao fragilizar o sindicato, eles têm mais condições de ultrapassar as barreiras colocadas pela atuação sindical. De modo geral, estes mesmos donos de escola sabem que estar organizado e contar com uma entidade que os represente é fundamental, por isso, embora em alguns casos incentivem a oposição de professores ao Sinpro Guarulhos, eles não adotam a mesma postura quando se trata do sindicato patronal.

 

       Nesse momento, é ainda mais importante o fortalecimento de ações coletivas e de sua representação sindical, assim como é fundamental que nossas ações estejam em sintonia com a nossa categoria e que saibamos que os problemas que muitos professores enfrentam agora poderão nos atingir também, caso não consigamos defender nossos direitos e nossa organização.

 

       Essas são algumas das razões que justificam a necessidade de recolhimento da contribuição assistencial e que justifica também a necessidade de que a oposição seja feita presencialmente e individualmente.


       Igualmente importante lembrar que o empenho e a luta do sindicato asseguraram a manutenção da bolsa de estudos integral para filhos de professores, como também o reajuste de 6,29% em 13 salários, o recesso de 30 dias, além de termos conquistado a remuneração por trabalhos adicionais realizados em plataformas digitas, o pagamento por provas substitutivas e por orientação de trabalho acadêmico. Portanto, 5% de contribuição assistencial (a ser descontada na folha de pagamento do mês de outubro) para ajudar a fortalecer seu sindicato não nos parece abusivo diante de tantas conquistas e das muitas lutas que temos pela frente.

 

     Caso não conheça seu sindicato e queira conhecer, entre em contato conosco.

 

* Procedimento para oposição: apresentar carta em duas vias na sede do sindicato entre os dias 14 e 25 de outubro, das 13h30 às 18h30. A oposição deve ser feita presencialmente e individualmente pelos professores.

 

Sindicato é pra lutar!

 

Sinpro Guarulhos

Outubro/2021